Pesquisar

ATENÇÃO!

Não somos responsáveis pelo conteúdo de cada vaga. O nosso trabalho é somente compartilhar o anúncio que cada empresa nos envia.

INFORME NO ENVIO

Informar no corpo do e-mail que a vaga foi anunciada pelo www.gebeoportunidades.org

Pesquisar

sexta-feira, 26 de junho de 2020

Ibaneis autoriza nomeação de 821 professores: posse deve ser em julho

Cerimônia de posse dos aprovados no último concurso da Secretaria de Educação havia sido adiada em função da pandemia


O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, esteve, na manhã desta sexta-feira (26/6), com professores aprovados no último concurso público da Secretaria de Educação, e que aguardavam ser chamados para tomar posse. Na praça do Buriti, ele declarou que, até a próxima quarta-feira (1º/7), todos os 821 professores serão chamados.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, esteve, na manhã desta sexta-feira (26/6), com professores aprovados no último concurso público da Secretaria de Educação, e que aguardavam ser chamados para tomar posse. Na praça do Buriti, ele declarou que, até a próxima quarta-feira (1º/7), todos os 821 professores serão chamados.

O diretor do Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF) Claudio Antunes, considera a notícia excelente. “A gente vinha brigando com o governo há muito tempo para que o quadro de professores fosse recomposto. Estamos com mais de 1,4 mil aposentadorias por ano, desde 2016, e a contratação de efetivos está muito abaixo disso.”

Ele explica que, para suprir a demanda, a Secretaria de Educação faz contratações temporárias, e que muitos dos novos convocados já fazem parte desse quadro. “Mas o temporário fica em condição trabalhista bem precária. Salário menor, menos direitos, e o risco de perder o emprego no dia seguinte.”
 
De acordo com ele, outros 1,3 mil professores aprovados em outros concursos também aguardam nomeação. “O ano letivo vai começar em 13 de julho. A gente ressalta que o governo ainda não resolveu o que fazer com os 120 mil estudantes sem computadores nem equipamentos”, critica.

Pela tarde, os professores, sindicato e secretário de Educação Leandro Cruz, se reunem para discutir como será feita a posse.

Convocação

O deputado distrital Claudio Abrantes (PDT) já havia encaminhado pedido formal para que o chefe do Executivo local nomeasse os professores, afirmando que o governo tem condições econômicas e orçamentárias para as contratações.

Fonte: Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário