Pesquisar

ATENÇÃO!

Não somos responsáveis pelo conteúdo de cada vaga. O nosso trabalho é somente compartilhar o anúncio que cada empresa nos envia.

INFORME NO ENVIO

Informar no corpo do e-mail que a vaga foi anunciada pelo www.gebeoportunidades.org

Pesquisar

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Águas Lindas: Curso de atualização em Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde inicia inscrições na próxima semana



Formação será ofertada gratuitamente na modalidade a distância, por meio do Moodle IFG    

Profissionais da saúde com formação em nível superior ou curso técnico na área da saúde podem se inscrever no curso de Atualização em IRAS (Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde). Ofertado na modalidade de educação a distância, a formação será gratuita e vai oferecer nessa primeira edição 500 vagas. As inscrições iniciam-se no próximo dia 7, segunda, e poderão ser feitas exclusivamente de forma online (acesse o link do formulário) até o dia 27 de setembro.

De acordo com o edital, para se inscrever, o interessados precisam preencher o formulário de inscrição e anexar a cópia digital do registro profissional ou certificado de conclusão de curso técnico ou de graduação na área da saúde. O cursista terá o período de 5 de outubro a 20 de dezembro deste ano para realizar a formação. O curso, cuja carga horária é de 40 horas, será ministrado e organizado pela equipe de professores, pesquisadores e profissionais do projeto IRAS, que são servidores do Instituto Federal de Goiás, do IF Pernambuco (IFPE) e das universidades federais de Goiás (UFG) e de Pernambuco (UFPE).

A professora do IFG – Câmpus Goiânia Oeste e coordenadora do curso, Charlise Fortunato Pedroso, destaca que a atualização é um produto de um projeto de pesquisa – o Projeto IRAS – e que a proposta é "ampliar o conhecimento de profissionais da área da saúde sobre as estratégias de detecção, prevenção e controle das infecções relacionadas à assistência à saúde, contribuindo para uma assistência de qualidade, diminuição em morbimortalidade e redução de custos na saúde", comenta. Segundo a professora, o curso de atualização conta, ainda, com uma equipe docente multiprofissional com expertises na área de infecção, o que contribui para o alcance de uma reflexão clínica e crítica dos cursistas, bem como uma equipe de suporte operacional à plataforma Moodle IFG.

Ementa

Entre os temas a serem abordados durante o curso, estão previstos: legislação sanitária vigente e as políticas públicas no âmbito nacional e da Organização Mundial da Saúde referentes às IRAS; biossegurança aplicada à assistência em saúde e em infecções emergentes (COVID-19); interface da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) e o Programa de Segurança do Paciente. Além disso, as interfaces entre o laboratório de microbiologia, farmácia hospitalar e a CCIH no monitoramento das IRAS; gerenciamento do uso de antimicrobianos; noções de epidemiologia e indicadores epidemiológicos no controle de IRAS. Por fim, inovações nas estratégias de prevenção e controle das IRAS.

Especificamente sobre os assuntos a serem abordados no curso, conforme está disponível no edital, serão realizados oito tópicos: Contexto histórico das Infecções Hospitalares;

Higienização das mãos como meta internacional de prevenção contra as IRAS e em apoio ao programa de segurança do paciente; Limpeza, desinfecção e esterilização de superfícies, artigos e equipamentos em serviços de saúde; Interfaces entre o laboratório de microbiologia e as IRAS; Gerenciamento do uso de antimicrobianos; Noções de Epidemiologia e Indicadores para vigilância epidemiológica das IRAS; Prevenção e Controle das IRAS – topografias prioritárias para prevenção e controle – ANVISA – e Prontuário eletrônico na perspectiva da prevenção e controle IRAS.

Acesse o edital e outras informações no link: https://www.ifg.edu.br/goianiaoeste/campus/pesquisa/editais

Informações e dúvidas, podem ser enviadas para o e-mail do curso: suporteprojetoiras@gmail.com

Acesso ao Moodle IFG: https://moodle.ifg.edu.br/

O Projeto IRAS

O objetivo do projeto é implantar uma ferramenta tecnológica digital em 20 hospitais, em Goiás e São Paulo, para realizar o monitoramento de prontuários de usuários de unidades de saúde que já tenham sido acometidos com IRAS e tenham histórico de internação nesses locais.

A partir desse mapeamento serão traçados os perfis das infecções desses usuários, os medicamentos já utilizados e outros tratamentos e informações que possam nortear a elaboração de políticas públicas e medidas de prevenção das IRAS. O intuito é contribuir, por exemplo, com a redução dessas infeções e de internações hospitalares.

O projeto de pesquisa é denominado Estudo epidemiológico de efetividade do monitoramento e controle de Infecções Relacionadas à Assistência em Saúde, pelo uso de uma ferramenta digital implantada no âmbito das Comissões de Controle de Infecções Hospitalares. O estudo está sendo realizado por um grupo de pesquisadores e profissionais da saúde do IFG, do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), e das universidades federais de Goiás (UFG) e de Pernambuco (UFPE). Com recursos do Ministério da Saúde, a pesquisa ocorre desde junho deste ano e com previsão de encerramento em agosto de 2021.

 

Acesse o canal do Projeto no YouTube e tenha acesso a outra ação: as lives que ocorrem
quinzenalmente.

https://www.youtube.com/channel/UCS5jc_8Jdom_SSNu25djWfg

 

Assessoria de Comunicação do Projeto IRAS IFG/Ministério da Saúde.

Fonte: IFG

#Professor #RodgerdoGrupodeEmpregos #Emprego #Goias #GrupodeEmpregos #Oportunidades #GebeOportunidades #GebeVagas #AguasLindasdeGoias #AguasLindas #TerceiraVia # EuAmoAguasLindas #TenenteRajao #GebeeSeusDireitos #Vagas #ProfessorRodgerdoGrupodeEmpregos #TimedosRevoltados #MaisVagas


Nenhum comentário:

Postar um comentário